Na última quinta-feira (27/11) o Centro de Formação Profissionalizante de Gravatá, recebeu a palestra em combate ao abuso de Crianças e Adolescentes oferecida pela Prefeitura de Gravatá, através da Secretaria de Assistência Social e Secretaria Executiva da Mulher, com a preocupação de educar a sociedade contra a exploração sexual desses jovens.

O encontro foi palestrado por Conceição Silva do SERC, a psicóloga Lidiane Oliveira, Daniela Luzia representante do CRAS, além das presenças da advogada Ana Célia, alunos acadêmicos e os pais presentes. Isso tem acontecido na maioria das vezes nas famílias da classes mais baixas, segundo as pesquisas, entretanto, a fontes de inspirações desses fatos que vem acontecendo nos dias atuais, saem das redes sociais com uso do Facebook, Twitter, WhatsApp, Instagram e Skpe, nas trocas de mensagens e imagens pornográficas.

Temos que ter a preocupação com a alimentação, limpeza do corpo, tarefas educativas da escola e está ciente em tempo real do uso das mídias digitais com os filhos. Esse tipo de situação da exploração sexual acontece quando o maior  se aproveita da criança e do adolescente; com gestos ousados e troca de bens.  Por questão de medo, esses adolescentes não denunciam por causa das ameaças dos pais e padrastos, ou pessoas mais próximas“, disse a psicóloga Lidiane Oliveira.

Para combater este mal, o melhor caminho é denunciando e quebrando a muralha do silêncio; ligando para o disque 100 ou para o próprio CRAS, onde não precisa se identificar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui