Detalhes e a história do Morro dos Macacos

LINKS PATROCINADOS

Uma comunidade que sabe receber bem os visitantes. Acho que essa seria a melhor definição para o Morro dos Macacos. Fui muito bem tratado todas as vezes em que visitei a comunidade para trabalhar. Localizado em Vila Isabel, o morro tem fácil acesso e muitas atrações centralizadas em apenas um lugar. Para conhecer a comunidade basta uma simples caminhada pela Rua Armando de Albuquerque, que separa os morros dos Macacos e Pau da Bandeira.

Você vai encontrar de tudo nessa rua, que é a principal e única dentro da comunidade. O acesso é bem fácil e deve ser feito pelas ruas Visconde de Santa Isabel – antes do antigo Jardim Zoológico – ou Barão do Bom Retiro. Logo na entrada, aliás, fica o portão que dá acesso ao Parque Recanto do Trovador.

O local atualmente é utilizado pelos moradores para caminhada e diversão, principalmente por parte das crianças. Um pouco mais na frente, seguindo pela Armando de Albuquerque, fica um lugar que quem vive no Morro dos Macacos conhece como “shoppinho”.

Um espaço com quiosques e bares que no fim de semana serve como ponto de encontro para o moradores, principalmente aqueles que gostam de forró.

Como tudo na comunidade funciona naquela rua, nada mais inteligente do que instalar a base da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) ali. É exatamente a nossa próxima parada. A base fica antes da curva. O policiamento comunitário no Morro dos Macacos começou no dia 30 de novembro de 2010. Atualmente está sob o comando do capitão Felipe Barreto, que conta com um efetivo de 228 policiais. Nessa mesma praça existe uma piscina, que atualmente está vazia mas existe um plano para refoma e utilização dos moradores.

O local antes era utilizado apenas pelos traficantes de drogas da região. Agora deve servir para escolas de natação e aulas de hidroginástica da comunidade.Para continuar o nosso passeio, vamos entrar para o lado esquerdo. Se já for hora do almoço e pintar aquela fome, estamos no lugar certo. Vocês precisam conhecer o bar da Fátima. Ela faz a comida mais gostosa da comunidade.

LINKS PATROCINADOS

Depois de trabalhar durante anos em uma casa de família na Zona Sul, Fátima voltou para a comunidade e decidiu abrir um negócio próprio. Ela faz até entregas para o pessoal do morro. Ali do lado fica a principal atração do Morro dos Macacos, na minha opinião. O Centro Comunitário Lídia dos Santos é um projeto social desenvolvido pelos próprios moradores. Eles atendem centenas de crianças da comunidade com atividades extracurriculares e fazem um trabalho sensacional.

Aliás, seguindo um pouco mais pela mesma rua, a gente chega no Projeto Limpar. Uma outra iniciativa dos próprios moradores para tirar o lixo das ruas e vielas. Muito legal de conhecer, até porque elas também vendem roupas e outras criações feitas do lixo.Para encerrar o passeio pelo Morro dos Macacos é preciso pegar o carro. Vamos para o Cruzeiro. Até dá para subir andando, mas eu não aconselho porque fica muito no alto. Melhor voltar para o carro e atravessar o bairro. A subida é feita pela Rua Jorge Rudge.

O negócio é subir a ladeira, subir, subir e subir. Começa no asfalto, depois vira estrada de terra e só chega quando a gente já está cansado. Mas vai valer à pena. A vista lá em cima é incrível, dá para ver a cidade inteira. Uma ótima forma de encerrar esse passeio pelo Morro dos Macacos.

Dicas

  • Como chegar: acesso pela Rua Armando de Albuquerque, entrando pela Visconde de Santa Isabel ou pela Barão do Bom Retiro.
  • Pontos de interesse: Centro Comunitário Lídia dos Santos, Cruzeiro, Projeto Limpar e bar da Fátima.
  • Número de moradores: 27 mil
  • Inauguração da UPP: 30 de novembro de 2010Total de policiais: 228

LINKS PATROCINADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LINKS PATROCINADOS