PIS/Pasep: Como sacar o abono e não perder o direito ao benefício?

LINKS PATROCINADOS

O PIS/PASEP se trata de um direito de todo trabalhador que atua de forma formal, ou seja, com a carteira assinada. Porém, é fundamental se atentar aos prazos e datas, exatamente para fazer o saque do abono e não perder o benefício. Afinal de contas, se o valor não for sacado, o trabalhador não poderá mais ter acesso ao dinheiro.

Portanto, é importante começar entendendo do que se trata esse PIS / PASEP, que consiste em uma conta unificada que funciona de forma parecida ao FGTS, onde mensalmente o empregador faz o depósito de um valor que é descontado do salário do trabalhador.

Dessa maneira, o pagamento de ambos, PIS e PASEP, são feitos em uma conta da Caixa Econômica Federal, ou através do Cartão Cidadão e senhas nas casas lotéricas, terminais de atendimento, agência do banco ou Caixa Aqui e no Banco do Brasil, respectivamente.

O valor que não é sacado dentro do prazo estabelecido é automaticamente direcionado para o Fundo de Apoio do Trabalhador (FAT), que nasceu com o objetivo de arrecadar dinheiro para os projetos que tenham relação com o desenvolvimento da economia do país. Com todas essas informações iniciais, saiba mais sobre como sacar o abono e não perder o direito ao PIS/PASEP.

Como ter acesso ao PIS/Pasep?

Para ter acesso ao PIS/PASEP é preciso que você esteja enquadrado nas exigências e são elas:

  • Ter trabalhado de carteira assinada por pelo menos 30 dias no ano anterior;
  • Está inscrito no PIS / PASEP há 5 anos no mínimo;
  • Ter ganho, no máximo, dois salários mínimos em média por mês;
  • É necessário, ainda, que a empresa onde você trabalhava tenha comunicado os seus dados de forma correta ao Governo.

Além disso, entenda que o PIS é pago pela Caixa Econômica Federal e voltado para aqueles funcionários que atuaram em empresas privadas.

Por sua vez, o PASEP é destinado aos trabalhadores públicos e o pagamento do abono é realizado pelo Banco do Brasil.

Então, se encaixando nas exigências citadas acima, é possível fazer o saque do benefício.

LINKS PATROCINADOS

Para receber o PIS, por exemplo, é necessário que você se dirija até um terminal de autoatendimento da Caixa Econômica Federal ou lotéricas da Caixa, estando com seu Cartão Cidadão e senha.

Se o trabalhador não tiver o Cartão Cidadão, por exemplo, é preciso ir até uma agência da Caixa mais próxima com os documentos oficias para conseguir fazer o saque do benefício sem problemas.

O PASEP, distinto do PIS, é retirado da conta corrente vinculada ao Banco do Brasil. Inclusive, hoje é possível realizar a portabilidade desse valor para qualquer banco que o trabalhador desejar.

Assim, o saque do abono é realizado nas agências do banco, basta apresentar alguns dos seguintes documentos:

  • Carteira de identidade (RG);
  • Carteira de habilitação no modelo atual;
  • Identidade militar;
  • Carteira funcional reconhecida pelo Decreto;
  • Passaporte emitido no Brasil ou exterior;
  • CPTS no modelo informatizado.

Com relação ao valor pago, a quantia é de até um salário mínimo e muda segundo o tempo de trabalho. Se tiver trabalhado o ano anterior todo, recebe o valor de um salário mínimo. Se trabalhou somente dois meses, por exemplo, é pago o proporcional: 2/12 do salário mínimo.

Calendário do PIS/PASEP

O calendário do PIS e PASEP teve início em 16 de julho de 2020 e será pago até junho de 2021.

Como dito, quem trabalhou durante o ano todo terá direito a um salário mínimo, quem trabalhou menos de doze meses, receberá a quantia proporcional e variável.

PIS

No mais, o calendário foi feito exatamente para que as datas de pagamentos do abono fiquem organizadas.

Portanto, esteja atento a ele para não perder o prazo, pois não sendo realizado o saque, não será mais possível ter acesso ao benefício.

Calendário PIS

O calendário do PIS é voltado para quem atuou em empresas privadas e o pagamento é feito pela Caixa segundo o mês de nascimento do trabalhador. Veja!

Nascidos em

Recebem a partir

Recebem até

Julho

16 de julho de 2020

30 de junho de 2021

Agosto

18 de agosto de 2020

30 de junho de 2021

Setembro

15 de setembro de 2020

30 de junho de 2021

Outubro

14 de outubro de 2020

30 de junho de 2021

Novembro

17 de novembro de 2020

30 de junho de 2021

Dezembro

15 de dezembro de 2020

30 de junho de 2021

Janeiro

19 de janeiro de 2021

30 de junho de 2021

Fevereiro

19 de janeiro de 2021

30 de junho de 2021

Março

11 de fevereiro de 2021

30 de junho de 2021

Abril

11 de fevereiro de 2021

30 de junho de 2021

Maio

17 de março de 2021

30 de junho de 2021

Junho

17 de março de 2021

30 de junho de 2021

Calendário PASEP

O calendário do PIS é voltado para quem atuou no setor público pagamento é feito pelo Banco do Brasil segundo o número final da inscrição. Veja!

Final da inscrição

Recebem a partir

Recebem até

0

16 de julho de 2020

30 de junho de 2021

1

18 de agosto de 2020

30 de junho de 2021

2

15 de setembro de 2020

30 de junho de 2021

3

14 de outubro de 2020

30 de junho de 2021

4

17 de novembro de 2020

30 de junho de 2021

5

19 de janeiro de 2021

30 de junho de 2021

6 e 7

11 de fevereiro de 2021

30 de junho de 2021

8 e 9

17 de março de 2021

30 de junho de 2021

Conclusão

Caso esteja enquadrado nos requisitos para receber o PIS/PASEP é fundamental se atentar as datas de pagamento do abono.

Dessa forma, será possível realizar o saque e ter direito ao benefício sem qualquer problema.

LINKS PATROCINADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LINKS PATROCINADOS