A Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro do Vidigal foi inaugurada na tarde desta quarta-feira com festa para as crianças. Elas se divertiram com o pula-pula, os animadores, muitas brincadeiras, desafio de dança e no fim ainda saíram com brindes: um quebra-cabeça e o livrinho UPP Conquista da Paz, com desenhos de Ziraldo. O cartunista, autor de Menino Maluquinho, também participou da solenidade.

O Vidigal se transforma hoje em um dos melhores bairros do Rio para se viver. Quem não moraria aqui? Eu moraria — disse Ziraldo, que na cartilha explica o conceito de cidadania, fala de direito e deveres e mostra um pouco do trabalho da polícia de aproximação.

A nova unidade vai atender os moradores do Morro do Vidigal e da Chácara do Céu com uma base fixa e três unidades de apoio — uma delas na Avenida Niemeyer. São ao todo 246 homens e mulheres que vão trabalhar para garantir a segurança dos cerca de 30 mil moradores das duas comunidades.

O comandante da unidade será o capitão Fábio Pereira, que terá ao seu lado um auxílio luxuoso. O subcomandante, tenente Jairo Dantas, é cria do Vidigal. Ele viveu durante muitos anos pelos becos e vielas da comunidade, onde tem amigos e alguns parentes. Quando saiu do Vidigal em 2007, por causa da violência, Dantas não imaginava retornar tão rápido. Ainda mais para trabalhar como policial militar.

Todo mundo me conhece e a população sabe que pode contar comigo. Conheço cada canto do Vidigal e estar aqui é como voltar para casa – comemorava.

O presidente da associação de moradores aproveitou a oportunidade para pedir uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) dentro da comunidade. Ele entregou um documento nas mãos do governador Sérgio Cabral. E depois aproveitou para agradecer a chegada da pacificação.

Agradecemos a polícia porque a ocupação foi feita sem derramamento de sangue. Que a pacificação traga melhorias para o Vidigal — disse ele.

O evento contou com a participação das crianças e alguns moradores, que ainda tímidos comentaram a instalação da unidade pacificadora.

Achei ótimo porque isso deve diminuir a quantidade de drogas na comunidade, protegendo as crianças, além de acabar com a violência. Muita coisa vai mudar — disse a jovem Isabela Freire, de 22 anos.

Inauguração feita, placa para comemorar e muito trabalho a ser feito. Sorte para os policiais, para os moradores e estaremos acompanhando de perto a nova realidade do Morro do Vidigal.

Se você mora na comunidade e quer ver sua história publicada no Blog da Pacificação entre em contato com a gente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui